Para quem quer comprar e trazer muitas lembrancinhas para casa o Peru é um prato cheio. No Mercado Artesanal em Cusco, você encontra muitas variedades: cerâmicas, pratas,  tapetes, roupas em lã, em algodão, bolsas de couro, bolsas de tecido, instrumentos musicais, sapatos, e muito mais. Tudo no estilo da cultura peruana, com muita cor e alegria.

Uma das principais dicas que aprendi, é que lá tudo é pechinchado, o vendedor geralmente já coloca o preço nas alturas sabendo que o cliente vai pedir desconto, por exemplo, uma das minhas amigas da viagem comprou um poncho peruano reversível 100% alpaca, o preço original era 180 dólares, ela pagou 100 dólares depois de meia hora conversa.

Outra coisa que vi é que os artesanatos se repetem muito, tem coisas que você vai encontrar iguais, no centro de Cusco, no Mercado Artesanal de Cusco, em Águas Calientes, em praticamente todos os pontos turísticos. Então comecei as compras quando minhas amigas também se interessavam por algo da loja, assim em maior quantidade o desconto era melhor.  Depois de alguns dias já tinha memorizado o que eu encontraria facilmente em outros lugares, e o que deveria comprar na hora que vi e gostei.

A moeda peruana se chama Nuevo Soles. O melhor é levar o dinheiro da viagem em Dólar, lá eu ia trocando aos poucos, quase que dia sim dia não. As casas de câmbio são fáceis de encontrar, mas é bom comparar o preço em duas ou três antes de trocar o dinheiro. Levei 700 dólares ao todo, para ficar 9 dias no Peru. Desse dinheiro, gastei uns 300 dólares com compras para mim e presentes, 300 dólares com alimentação, táxi e outras despesas, e sobrou 100 dólares que eu gastei no freeshop do aeroporto.

moletom

Os casacos e blusões peruanos já são bem conhecidos e tem pra vender até por aqui, na cidade de Porto Alegre. Mesmo assim comprei esses lá como lembrança. Os vendedores dizem que é lã de alpaca, mas não é não. A alpaca de verdade é fria e pesada e um blusão custa em torno de 100 dólares. Mas me contentei com as de mentirinhas mesmo, os desenhos e as lhamas são muito fofos. Esses foram comprados no Mercado Artesanal de Cusco e o preço foi pechinchado.

calças

Calças de inverno, estampadas por fora e com pelúcia por dentro. São super quentinhas e confortáveis, o único porém é que são bem curtas. O povo peruano é bem baixinho então as calças são pra pessoas bem baixinhas também! Acabo usando com bota por cima. Todas elas foram compradas em lojinhas próximas à Praça das Armas, as coloridas foram 30 soles e a preto e branco 40 soles, pechinchando.

manta

As mantas/lenços também foram compradas no Mercado Artesanal de Cusco, as coloridas são de um tecido meio acetinado, bem leve e gostoso. Já as neutras, são de lã e esquentam mais. Comprei com outras amigas para o preço baixar.

sapatilhaperuana

A última compra do Centro Artesanal foi essa sapatilha, que é muito confortável! A loja vendia tênis, botas e sapatilhas, tinha diversas cores pra escolher. O vendedor não quis dar desconto, mas mesmo assim saiu barato.

bolsacouroperu

Via muitas bolsas e mochilas de couro pra vender, mas sempre com estampas bordadas e coloridas. Queria muito encontrar uma básica, até que em uma galeria de cusco achei essa, caminhando da Praça das Armas até o Convento e Museu Santa Catalina. O preço original era 65 soles, o que tinha achado caro, fiquei alguns minutos namorando a bolsa e insistindo com a vendedora até que comprei por 50 soles.

bolsaperuanacolorida

Essa bolsa encontrei em outra galeria de artesanato. Me apaixonei pelas cores dela, com a predominância do rosa pink, bem parecida com a sapatilha. Ela é bordada e de tecido, o ruim é que o bordado puxa alguns fios de vez em quando. O preço original era 50 soles, e depois de muito namoro e insistência também, a vendedora baixou para 40 soles.

bolsaperuana

A terceira bolsa comprei no último dia, para terminar com os soles que ainda tinha na carteira. Ela é bem pequena, e boa para carregar o básico, celular, dinheiro e chaves por exemplo. Foi adquirida numa loja de artesanato na rua ao lado da igreja da Praça das Armas.

acessoriosperuanos

O Peru vende muita prata, tem diversas lojas e ambulantes na rua que te abordam a todo o estante. Comprei da Kátia, uma peruana muito querida que vendia na frente do hotel. Todos os dias ela estava lá, e o pessoal do hotel falou que dava pra confiar, que é prata de verdade. Ela mesma faz as peças que vende, dizíamos como queríamos, e se ela não tivesse nada assim, fazia e depois levava para nós. Comprei com ela duas correntes de prata, dois pingentes, sendo que um é reversível, com desenhos diferentes de cada lado, e um anel também reversível que de um lado a pedra é preta e do outro branca. Tudo isso por 100 dólares. Já os colares da direita, são bijuterias que comprei nas Salinas de Maras e juntos, custaram em torno de 15 soles.

almofariz

O almofariz e pilão foi adquirido porque adoro utensílios de cozinha. Passo bastante tempo cozinhando, e gosto de testar pratos diferentes, então achei que poderia ser bom ter um desses. Foi comprado de uma loja de artesanato próxima da Praça das Armas.

sal

Dizem que o sal do Peru é mais saudável do que o usamos normalmente. Comprei um pacote de um 1kg para usar na cozinha, e outro menor, que vem com ervas e é usado para aliviar dores musculares. Cada um custou 5 soles e foram comprados nas Salineras de Maras. Só não trouxe mais porque isso pesa muito na mala.

presentesperuanos

O lápis com decoração de Lhama é bonito, simples, e barato, ótima opção de presente. Foi um achado do centro de Águas Calientes. O saquinho, também de lhama, vinha com um pacote pequeno de sal das Salineras de Marais, comprei para mim e para dar de presente também.

albumfotosperu

Álbum de fotos, um item um pouco sem graça, mas eu adoro colocar as fotos de viagens em álbuns temáticos, do próprio lugar visitado. Foi comprado no centro de Águas Calientes, não cheguei a ver outros álbuns, e nem o lápis, para vender em Cusco.

tapeteperu

Tapete de gatinhos!! Achei muito lindo, muito fofo, muito brega, muito colorido e quis muito. Minha ideia é emoldurar para colocar em alguma parede. Ele era mais caro, uns 65 soles, consegui um desconto e saiu por 55 soles.

ceramicaperu

O útlimo item é esse conjunto de cerâmica, pintado à mão com lhamas fofas. Foi comprado em uma rua meio escondida, atrás do hotel em que estava hospedada em cusco, e não teve desconto com o chororô de sempre. A loja era bem legal, eles também fazem peças sob encomenda, queria ter pedido uns copos mas quando fui lá não dava mais tempo porque eles precisam de 2 a 3 dias para pintar e esperar a tinta secar. 

Tentei ser super controlada nas compras e enquanto estava lá achava que estava comprando pouco, quando desfiz as malas que percebi que na verdade trouxe bastante coisa. Mas não me arrependo de nada, pois tenho usado muito praticamente todos os itens, com exceção do almofariz com o pilão, que ainda não foi útil. Acho que consegui escolher tudo muito bem, olhando as fotos vejo o meu estilo em todas, e inclusive comprei roupas e acessórios que se combinam, amei!

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Tumblr

5 Comments on Compras no Peru

  1. Amoooo Peru e sua rudmentariedade encantadora.Volto pra lá em janeiro,sou casada com um peruanovou fazer comprinhas mais precisas desta vez.Obrigada pelas dicas!

  2. Queria pedir a um amigo para trazer um tapete para mim. Um pouco maior que o seu, 1,5 x 2,00
    Voce lembra quanto mais ou menos era um taoete desse tamanho?
    Obrigada, bjs

    • Olá Marciane. A cerâmicas são do Jatum Maqui Artesanias (Rua Tecsecocha 432), fica bem próximo à Praça das Armas. Já o tapetinho não me recordo exatamente o lugar em que comprei, mas vi em diversas feirinhas, não é difícil de achar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *