Cientificamente chamada de Nelumbo Nucifera, possui grande valor na simbologia espiritual, pois a Flor de Lótus nasce da lama e se transforma em algo bonito, repelindo toda a sujeira e poeira que encosta nela. Por ser autolimpante é considerada um símbolo de pureza.

Também é considerada a flor do renascimento já que suas sementes podem germinar após treze séculos, então depois de morta ela volta a renascer diversas vezes assim como nossas vidas também reencarnam. Ela mantem sua temperatura interna em torno dos 35º, que é a mesma do corpo humano.

budalotus

Se utiliza dos quatro elementos, a raiz cresce na lama (terra), abaixo da água fica o caule e quando o sol (fogo) nasce ela se abre na superfície (ar) em busca da iluminação. Quando fica noite a flor volta a se fechar e entrar na água.

A Flor de Lótus é constantemente vista junto a Buda, há diversas estátuas em que ele está sentando sobre a flor, o que significa manter paz e iluminação mesmo diante da sujeira e confusão presentes ao redor. No budismo a água com lodo também representa o apego e desejos que devem ser repelidos com a elevação espiritual. A posição em que Buda geralmente se encontra nas imagens é chamada Postura de Lótus, e o nome original em sânscrito é Padmasana (padma = lótus, asana = postura), é muito utilizada como postura de meditação.

 “Transforma a ti mesmo num lótus e

terás a promessa de ressurreição”

 

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Tumblr

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *